Ascensão do m-Commerce na América Latina

As vendas realizadas por meio de dispositivos móveis na América Latina crescerão 35% até 2015. A informação é de um estudo encomendado pela Tata Consultancy Services (TCS), empresa de serviços de TI, consultoria e soluções de negócios.

13462-mobile-b_article

Segundo dados do levantamento, os serviços ao cliente e as campanhas de marketing específicas para tablets e smartphones também devem crescer, aumentando em 38% e 40%, respectivamente, nos próximos 3 anos.

“A adaptação de conteúdos para diferentes plataformas não deve ser vista como um desafio para empresas e desenvolvedores. Ajustar-se a esse novo e promissor mercado é dar um passo a frente, evoluir, ampliar o leque de clientes e gerar mais vendas”, afirma Fabio Barbosa, co-fundador da MundiPagg, empresa especializada em pagamentos online.

Intitulado “O Novo Consumidor Digital Móvel“, o estudo destaca a importância de desenvolver uma estratégia corporativa para as interações realizadas pelos dispositivos móveis. Atualmente, segundo o estudo, apenas 28% das empresas latino-americanas tiveram aplicações disponíveis tanto para smartphones quanto para tablets, proporção que deverá aumentar para 34% em 2015, ou seja, mais de um terço de todas as aplicações serão planejadas para serem utilizadas em ambos os tipos de dispositivos.

Anúncios

Autor: @AnaVictorazzi

PMO | Marketing Manager | Content and Communication Specialist | Mãe do Preguiça, do Soneca e da Carpet, dois gatinhos resgatados e um idosa ceguinha adotada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.